18:34

A gente faz merda e depois se arrepende. A gente deixa o medo dominar e acabamos nos arrependendo. Isso já era esperado. E não deixa só o medo dominar, mas o que os outros vão dizer também. Na procura da perfeição, esquecemos que somos imperfeitos.
Eu fui criada para sentir medo. O tempo todo. Depois, somos criados para sermos os filhos perfeitos. Estudar, entrar na faculdade, estudar mais um pouco, namorar, arranjar um emprego, ser independente, casar, ter filhos e morrer com uma família enorme. E cheio de dívidas.
Mas e quando uma dessas coisas sai "errado"?
Nós crescemos acreditando que teremos resposta para tudo e que nosso futuro será certeiro. Ledo engano.
A gente cresce, namora, leva um pé na bunda e todo aquele medo que você aprendeu a ter quando criança virou uma bola de neve e você está preso nessa bola de neve. Sufocado. Irritado. COM MAIS MEDO. E todas aquelas oportunidades escorregam pelos seus dedos. Porque você teve medo.
Medo de amar de novo e levar outro pé na bunda.
Medo de ser feliz e a felicidade acabar.
Medo de ter sucesso e ao errar seu mundo desabar.
Medo de jamais ter o que chamar de teu, seja uma casa, um carro, uma bike, um computador ou um cachorro.
Medo de ter responsabilidade e decepcionar.
Medo de fazer o outro sofrer com seus defeitos.
Medo de não ser capaz de fazer o que mais quis fazer na vida, porque não consegue se concentrar e ter disciplina.
E no meio de tanto medo... quem vive?

You Might Also Like

0 pensamentos