Se

19:47

meu corpo paralizado. sonhos que penetram pelas minhas narinas e enchem meu sangue de amor. a pele saracoteia. meus olhos abertos, enxergam além de qulalquer entendimento. quero aquela pessoa. mas aquela que me faça sentir mais do que sou. que respeite quem sou. e o sonho enche o espaço do meu coração, o ar que ronda meu quarto e que me persegue dia e noite. quero um olhar. um toque. um gesto que me faça sbaer que você também me quer. ah! quanto desejo cabe em mim. quanto anseio escapa de mim e vai de encontro a ti. se você apenas soubesse! se você apenas me visse! se eu tivesse coragem de correr até ti e dar-te um beijo, mas não qualquer beijo, aquele beijo que você sempre sonhou e que eu sempre quis te dar. se os "ses" se desfizessem e voassem para bem longe e tudo virasse concreto. poderíamos estar juntas. eu e você. apenas. duas solidões compostas por corpos ardentes de desejo.

You Might Also Like

1 pensamentos