Meus olhos semicerrados
Procuram teu desejo pela chuva
O ar sopra em meu corpo
Sussurros de paixão e luxúria
A música atormenta meu pensamento
Pensamento que está em você,
Que procura por nós entre ruas tortas,
Que são quase sempre retas.
Doce solidão que me embriaga,
Doce sabor doce!
Doce desejo louco!
Doce vida de liberdade!
Doce paixão,
Que faz de mim um ser livre,
Um ser maior que o céu
E maior do que eu mesma!

Comentários

Mauro Castro disse…
Carol, atualiza o teu link: o Taxitramas agora é teu vizinho de porta. Mudei para o blogspot.
Há braços!!
Carol, adorei seus textos e adicionei o link na minha página!
Beijo.
http://avessodarazao.blogspot.com/
Gleidston dias disse…
Belo poetizar,palavras vivas, ler e reler...

otima semana pra voce

beijos!

Postagens mais visitadas deste blog