16:38

E eu aqui estou a flutuar,
a boiar pelos ares poluídos
da cidade grande

Sentindo o coração bater
a vida prosseguir
sem sentido de viver

E o sangue pulsa meu corpo
todo esgotado
todo arrebentado

Sonho... sonho... sonho...
Mas quem diz
que o pesadelo acabou?

You Might Also Like

0 pensamentos