surpreendida por um momento de alegria, me desconheci. me vi saindo de meu corpo, me transformando em quem eu não queria. repetidas vezes, me sonhei nesse corpo. me sonhei nessa ilusão de que tudo, um dia, vai ficar bem. mas não vai. esses momentos alegres chegam e do mesmo jeito que chegam, vão embora. estou surpresa que a alegria ainda não foi embora. estou surpresa que estou aguentando minuto por minuto esse estado lastimável de ficar sorrindo pras paredes. não pode ser eu. não pode. e tudo por que eu vi uma joaninha pousar em minha mão. não sou eu de jeito nenhum.

sarah b.

Comentários

Anônimo disse…
Essa "joaninha" será que tem nome?!?!
Pode ser uma paixão...
A vida continua... não deixe
que a frustração fragilize o seu interior. Afinal, viver é tão bom!!!

Postagens mais visitadas deste blog