18:48

Eu caminho de sonhos em sonhos
de pesadelos em pesadelos,
escutando meu corpo,
escutando meu coração.

Eu me perco em vozes,
me reprovo em orações,
me julgo em palavras,
me iludo em silêncios.

As vozes me acordam,
as vozes me desnorteiam,
me sugam para o deserto da solidão,
mas continuo aqui.

You Might Also Like

0 pensamentos