17:09

quero manter o silêncio de minh'alma
parar de proferir palavras fúteis e sem sentidos
quero crescer na humildade das letras
que voam o paraíso das bibliotecas.

quero chover sorrisos
e cantar lágrimas.

...

o ser insustentável que me habita
morre a cada segundo um pouco
a cada segundo eu envelheço mais
e mais e mais e mais.

os sonhos derretem algodão-doce
e eu queimo com minha saudade inesgotável.

You Might Also Like

1 pensamentos