19:45

A casa vazia não faz mais sentindo. 
E será que algum dia fez? 
Será que algum dia as palavras foram suficientes?
Ou apenas o dia por vir era suficiente?

Com toques, olhares, sabores
O suor escorrendo pelo corpo como chuva
A vida ressuscitando vida, prazeres
Como as horas passaram sem perceber?

Mas a dor que traz vida, vida que traz morte
Segredos que se abrem numa cratera
E desaguam nas montanhas e nos verdes
Sentidos que se abrem, pensamentos que se perdem.

Aqui, as palavras voam como pássaros,
Trazem paz, segurança e amor
Toque.
Olhar.
Sabor.

[inspirado no filme italiano Io sono l'amore, Um sonho de amor]

You Might Also Like

0 pensamentos