Aviador maluco
Cazuza, 1989, última letra feita por ele

Eu acho que ele ficou maluco
de tanto voar e voar
nos cruzeiros malucos do ar

Socorro, meu comandante!
não tenho rota e nem sei mais a distância
entre o Pará e a China

Por que nós que salvamos vidas
somos pessoas tão fracas?
O piloto está maluco
e a nossa vida só vale um minuto


*Retirado do livro Preciso dizer que te amo - Todas as letras do poeta

Comentários

Luiz Carioca disse…
eu adoro cazuza. Escuto e leio cazuza, mas não sei pq, às vezes acho q falta algo nele. Sei lá se a vida fácil deixou ele mais superficial, se realmente o sofrimento nos faz evoluir. acho q não sou apto pra definir uma conclusão, mas as vezes acho q falta algo nas letras do cazuza. mesmo assim, admiro muito ele.

Postagens mais visitadas deste blog